domingo, 13 de setembro de 2015

O AMOR, O MAIOR DE TODOS OS DONS.


ORIGEM DA IMAGEM: GOOGLE.


Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo?E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.


PARA NOSSA REFLEXÃO: “Salvos por um copo de leite”. Um dia, um rapaz pobre que vendia mercadorias de porta em porta para pagar os seus estudos, estava com muita fome e só lhe restava uma pequena moeda no bolso. Decidiu, então que ao invés de tentar vender, iria pedir comida na próxima casa; porém seus nervos o traíram quando uma encantadora jovem lhe abriu a porta. Em vez de comida, pediu um copo de água. A mulher percebeu que ele estava com fome e lhe deu um grande copo de leite. Ele bebeu devagar e depois lhe perguntou: - Quanto lhe devo? – Não me deve nada. Respondeu ela. E continuou: - Minha mãe sempre nos ensinou a ajudar as pessoas. - Pois te agradeço de todo coração, a você e à sua mãe. O rapaz saiu daquela casa não só refeito fisicamente, mas também com sua fé renovada em Deus e nos homens. Ele já havia resolvido abandonar os estudos devido às dificuldades financeiras que estava passando, mas aquele gesto de bondade o fortaleceu. Anos depois, essa jovem mulher ficou gravemente doente. Os médicos locais estavam confusos. Finalmente à enviaram a cidade grande, para se tratar. O médico de plantão naquele dia era o Dr. Howard Kelly, um dos maiores especialistas do país naquela área. Quando escutou o nome do povoado de onde ela viera, uma estranha luz encheu seus olhos e de pronto foi ver a paciente. Reconheceu-a imediatamente e determinou-se a fazer o melhor para salvar a sua vida, passando a dedicar-lhe atenção especial. Contudo, nada lhe disse sobre o primeiro encontro que tiveram no passado. Depois de uma terrível batalha, eles finalmente venceram aquela enfermidade. Ao receber alta, ela teve medo de ver a conta do hospital, porque imaginava que levaria o resto da sua vida para pagar por aquele tratamento tão caro e demorado. Quando, finalmente, abriu a fatura, seu coração se encheu de alegria com estas palavras: - totalmente pago – muitos anos – com um copo de leite. Ass.: Dr. Howard Kelly. Só então ela se lembrou de onde conhecia aquele médico. Na vida nada acontece por acaso. O que você faz hoje, pode fazer a diferença em sua vida amanhã.
 Vemos nesta parábola a grande lição que  Cristo deu ao que O interrogou ao falar sobre um dos assuntos mais emocionantes da Bíblia, e acredito que os legalistas depois daquela, nunca mais  quiseram interrogá-lo no que se refere as questões da Lei. A questão era “Amar ao próximo”. Jesus falou então sobre a parábola do Bom Samaritano. Nessa parábola Jesus cita alguns personagens peculiares, um homem que sofreu um atentado pelo caminho sendo roubado e espancado por ladrões e também falou sobre três pessoas que passaram por ele pelo caminho. Um sacerdote e um levita. Contextualizando, poderíamos falar do Padre e do Sacristão; do Pastor e do Vice Presidente, mais a galera do louvor e da adoração. Jesus nos conta, que passaram de longe, Passaram de longe, de largo, por medo ou porque se acharam tão santos a ponto de, por causa da Lei, não poderem socorrer ao próximo necessitado. Talvez por medo mesmo ou por falta de amor.  Não pararam para ajuda-lo, logo aqueles considerados os mais santos, os separados para a obra de Deus. O Sacerdote, homem Santo, que ouve o povo e eleva suas orações a Deus e ouve a Deus, e tráz as respostas para o povo. O levita, separado para somente adorar a Deus. Ora, se Deus é amor, como poderiam passar de largo e deixar uma pessoa moribunda, praticamente morta. Mas um samaritano, (que era considerado uma pessoa imunda e desprovida de Deus). Li , recentemente que até hoje, existe em Samaria somente uns setecentos samaritanos, que são excluídos, por não seguirem a Deus, da maneira que os judeus seguem. Mas preste atenção neste tremendo acontecimento, nesta tremenda ação. Este homem imundo, sem Deus, como pensa eles até hoje, parou e prestou toda tipo de ajuda, como pode ver no texto em epígrafe. O samaritano ajudou o moribundo. Os primeiros representam pessoas que estão dentro da igreja, pensam que são santos, puros consideram-se de Deus, mas não querem ajudar as pessoas que precisam. São conhecedores da lei, mas não são praticantes. Lembro de São Paulo, aos Corintios, no capítulo 13, quando fala sobre o Amor e termina falando sobre a fé, a esperança e Amor e, termina dizendo: Estes três, mas o mais importante é o Amor.
Meu amigo (a), seja você Padre, Pastor, Diácono, Sacristão, Levita, seja o líder religioso que for, se não tiver o AMOR, vai mesmo é para o beleléu.. Entendeu?
 Mor outro lado, existe a figura do samaritano que não ostentava ser religioso, era tido como escória, lixo, pecador, mas cumpriu a Palavra de Deus, pois o maior mandamento, depois de amar a Deus, sobre todas as coisas, sem sombras de dúvidas é o AMOR. Olha o que o Bom Samaritano fez:
Devemos ter cuidado com os nossos julgamentos e com a nossa maneira de agir como santarrões, para não sermos envergonhados como o individuo que, querendo justificar-se a si mesmo, interrogou o mestre.
 O que Jesus, na verdade, quer  nos ensinar nessa mensagem é que às vezes estamos presos a tantas coisas da “religião”, a tantos dogmas, mas não estamos agradando o coração de Deus, com a demonstração do nosso amor ao próximo. É por isso que digo: As maiores religiões do mundo, como por exemplo: Judaísmo, Budismo, Cristianismo, Islamismo, já mataram mais pessoas do que as duas Grandes Guerras juntas. Cristo nos chama a prática do amor, religião, religiosidade, não salva ninguém,
Para terminar peço com todo amor no mundo que pense nesta mensagem, examine o texto bíblico, a reflexão sobre o copo de leite e, em seguida faça um auto examine e responda para você mesmo: Como eu tenho agido perante o meu próximo e a Deus. Minhas atitudes têm agradado a Deus?

Graça e Paz
Até a próxima.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

A FÉ INTELIGENTE X FANATISMO


TEXTO:  E  disse-lhes:  Ide por  todo o  mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

               Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

               Marcos 16:15,16.

FONTE DA IMAGEM: GOOGLE.


terça-feira, 8 de setembro de 2015

O PERDÃO É MELHOR QUE A MÁGOA


Olá amigos, graça e paz a todos

FONTE DA IMAGEM: GOOGLE.


O perdão é a atitude de perdoar o ofensor, não cobrar-lhe mais o débito emocional e abençoar aqueles que um dia nos amaldiçoaram. O perdão é maior do que a mágoa. O perdão cura, liberta e transforma. O perdão é como uma faxina para a mente e uma assepsia para a alma. O perdão não é amnésia, mas lembrar sem sentir dor. O perdão constrói pontes onde a mágoa cavou abismos. O perdão restaura relacionamentos onde o orgulho abriu feridas e causou divisões. O perdão nos aproxima de Deus e nos reconcilia com as pessoas. 
Devemos perdoar assim como Deus em Cristo nos perdoou. Devemos perdoar incondicionalmente, completamente e graciosamente!
Hernandes Dias Lopes.

Concordo em número, gênero e grau. O próprio Jesus Cristo disse, ao ensinar a oração do Pai Nosso 
que é perdoando que se é perdoado. "Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aqueles que nos tem ofendido.


São Francisco aprendeu a lição e disse, "Porque é perdoando que se é perdoado, é dando que se recebe e é morrendo que se vive para a Vida Eterna". É mais ou menos assim que ele disse.

Exatamente, a pessoa não fica doente, esquecida, sem memória, com amnésia. Não, a pessoa vai lembrar, mas não vai sentir dores, não vai ficar chorando, se lastimando e isso porque o que agora existe na alma, na mente é somente uma cicatriz. Assim como acontece no físico, quando levamos um tombo e nos machucamos, quando nos cortamos com uma faca bem amolada e nos causa ferimentos profundos, somos anestesiados, tomamos antibióticos, injeção antitetânica, analgésicos e quando nossos pontos são retirados fica ali a cicatriz, certo? E passa anos e mais anos e dependendo da lesão, ela nunca mais irá sair dali, você vai vê-la e vai lembrar, mas não sentirá dor nenhuma, pois está curado, cicatrizado. É isto meu amigo (a) que acontece com a nossa alma, a cicatriz fica lá, mas nunca mais irá doer, pois foi cicatrizada com o maior anticéptico do mundo, o Sangue do Cordeiro, desde a hora que você decidiu abrir essa sua boca e em voz alta liberar perdão, para aquela pessoa que o feriu. 

Para com essa conversa boba, como por exemplo, a culpa não é minha, quando eu sentir no meu coração eu perdoo . Perdão não é um sentimento e sim uma decisão. Pare com isso meu, você está querendo morar no inferno?

Perdoar é  o melhor remédio para a alma. E tem mais: Quem não perdoa não tem como morar no céu, pois está impedida de ser perdoado (a) e quem não tem pecado que atire a primeira pedra.

Vamos ficando por aqui e você continue pensando no assunto, pois aqui está uma das maiores dificuldades em sermos Cristãos de verdade e de fato.

Amém! Graça & Paz a todos.

domingo, 6 de setembro de 2015

O QUE ACONTECE QUANDO NOS RENDEMOS AOS PÉS DE JESUS CRISTO?


Eu tive um experiência vital com o Senhor Jesus e por isso desde aquela época nunca mais Ele me abandonou e nem eu O abandonei. Eu era uma espécie de ateu, não acreditava em Deus. Nesta época, estudava em uma Universidade Católica e ali mesmo sendo um ambiente religioso tive contatos com professores que realmente influenciaram a minha vida e levaram-me a acreditar no evolucionismo e abandonar o criacionismo. Ates mesmo, quando estava cursando os primeiro e segundo graus, professores de Biologia e História, já haviam começado este trabalho em minha mente e eles continuam fazendo isso com nossos amigos até hoje. Daí a necessidade de levarmos nossos filhos sempre à Escola Bíblica Dominical, para que possam refutar tais teorias e não aceitá-las como verdade, pois com certeza, não passam mesmo de terorias. Também muitos  colegas e alguns professores de fato me convenceram de que  A Teoria do Big Bang , àquela que ensina que  o universo teria surgido de uma grande explosão cósmica, que criou o espaço e o tempo e mais todas as coisas que existem era verdade e, esse tipo de conhecimento me levou a desacreditar em tudo aquilo que havia aprendido principalmente no primeiro Livro do Pentateuco, Gênesis.


Mas um dia tudo veio as claras e Jesus, por sua infinita Graça e misericórdia alcançou-me, abraçou-me, perdoou os meus pecados e serei eternamente grato a Ele por isso.
Quando, então, conheci o Senhor Jesus de forma vital, fui batizado, e passei , assim , a participar de dos cultos na Igreja.
No inicio, ia na Igreja, mas não levava nada a sério, pois fora criado dentro daquela concepção que todas as religiões, não passavam de meras formas cerimoniais. Para mim aquilo era mais uma forma de viver a vida, tanto que ficava na Igreja, esperando chegar a hora do cinema. Não tinha ainda nenhum tipo de compromisso nem com a Igreja local, e lógico, com Cristo.

Acontece que certo dia, deparei-me com duas missionárias e vi-me realmente diante da mensagem regeneradora e salvadora de Jesus Cristo. Sentia que a mensagem estava sendo dirigida a mim pessoalmente e não tinha como escapar. Na hora tetei sair pela tangente, utilizando-me de argumentos materialistas, mas o fato é que em casa, ruminando àquelas palavras e sozinho, tive que render-me a Ele de todo o meu coração.

Essa conversão mudou a minha vida de maneira muito profunda. Tanto que no início, me tornei uma pessoa fanática. Como professor em vez de dar aulas de História e Geografia , falava mais de religião do que sobre a matéria, ainda mais com a disciplina História, que fala muito sobre o assunto, religião, igreja e etc.

Daí para frente posso dizer que Cristo deixou de ser aquela uma figura que mudou a História, dividindo-a em antes e depois dEle. Cristo  deixou também de ser aquela pessoa da religião institucional, e passou a ser uma pessoa viva e real para mim.


Eu pensava que nunca iria encontrar pessoas que acreditassem na História de que de fato Jesus Cristo morreu mesmo na cruz e no terceiro dia ressuscitou. Mas de repente tudo mudou, eu mesmo passei a acreditar, de modo simples naquilo que os Evangelhos narra sem a mínima dificuldade. Logo eu que pensara que  nunca iria encontrar em meus círculos de amizades, pessoas inteligentes e cultas que acreditassem em algo assim.
Creio que o Batismo do grego Baptismo, significa realmente sepultamento, morte mesmo. Quando nos batizamos isso quer dizer que fomos sepultados. O nosso eu interior tem que morrer para este mundo, para que possamos ressuscitar em um mundo espiritual, onde a vida que vivemos na carne, não é mais nós que vivemos, mas, como diz a Apóstolo Paulo, Cristo vive em nós.

A transformação foi tão radical que cheguei as raias do fanatismo o que não é bom, pois a fé tem que ser inteligente e não sega, religiosa, fanática.Passei a ter também uma grande admiração pela Palavra de Deus, em amá-la, lê-la e divulgá-la. Passei a frequentar a escola dominical e aos cultos assiduamente. E lá sempre estava eu e a minha Bíblia. Na escola dominical aprendemos muito e nos cultos também.

Passei a lembrar que, quando menino, via sempre a minha mãe lendo a Bíblia. Ela lia, orava e entoava hinos de louvores a Deus. Agora comecei a ler a Bíblia de maneira séria e não para aplacar a consciência pesada. Para um pregador da Palavra, não há nada melhor do que o dia em a Bíblia se torna um livro vivo para ele. E o que é melhor, a Bíblia é uma coleção de livros diferentes de todos os demais livros. Imagine só, a Bíblia é o único livro que você tem o seu Autor sempre presente todas as vezes em que você está lendo.


De fato, o Espírito Santo nos muda através da Palavra e foi assim que eu, uma pessoa incrédula e tímida, comecei a mudar, para melhor o meu comportamento e foi ai que comecei a pregar a Palavra. A princípio, meio trêmulo, mas depois a timidez foi indo embora e não há nada melhor do que ser tomado pelo Santo Espírito quando se está no púlpito e sentir a Palavra Viva queimando todo o nosso ser. Quem já teve essa experiência, sabe  e sabe muito bem do que é que estamos falando, não vem de nós mesmo, mas do Espírito Santo e como é maravilhoso ser usado por Ele. É um dom gratuito que recebemos de Deus. Podemos dizer que tudo isso provém da irresistível graça de Deus. E como é importante ler e obedecer a Palavra, pois Deus não precisa que divulguemos nossas ideias, mas as suas. E para que isso aconteça, temos que buscar no Manual do Fabricante, a Bíblia Sagrada e orarmos para descobrirmos quais são as mensagens, as ideias que Ele quer que sejam divulgadas para o mundo ouvir e ser transformado.

Vamos agora ler com atenção o texto que se segue:Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja corretamente a palavra da verdade.( 2 Timóteo 2:15 ). Manejar corretamente é fazer um corte reto. Em outras palavras, quando nos apresentamos diante de Deus, com o coração aberto, Ele nos dá a Palavra revelada que o mundo precisa ouvir, meditar e praticar.

Um pregador não deve ler somente a Bíblia, precisa ler outros livros, mas o principal, o norteador, tem sempre que ser a Bíblia. Veja agora para que ela serve:  Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, ( 2 Timóteo 3:16 ).


Para pregar para outras pessoas, ensinar, repreender, corrigir, da melhor forma possível, somente divulgando os pensamentos de Deus que estão na Bíblia, e não os nosso, que quem sabe, podem estar baseados em outros livros, ou conceitos de outras pessoas que não tem nada a ver com aquilo que Deus está querendo que seja pregado.

É preciso , então, leitura, jejum e oração. É disso que estamos precisando, para nesta época de depravação moral e sexual; nesta época horrenda, Deus quer levantar a Igreja como Sal da Terra e Luz do mundo. Temos que nos prepararmos e nos colocarmos a Sua disposição. Ele quer contar conosco.

Que Deus nos abençoe!

Graça e Paz!!!