sexta-feira, 10 de abril de 2015

JOÃO, O BATISTA , NÃO PERDEU O FOCO, E VOCÊ LÍDER DE EXCELÊNCIA?

TEXTO: João 3:22-36


FONTE DA IMAGEM : GOOGLE IMAGENS.


Depois disto foi Jesus com os seus discípulos para a terra da Judéia; e estava ali com eles, e batizava.

Ora, João batizava também em Enom, junto a Salim, porque havia ali muitas águas; e vinham ali, e eram batizados.
Porque ainda João não tinha sido lançado na prisão.
Houve então uma questão entre os discípulos de João e os judeus acerca da purificação.
E foram ter com João, e disseram-lhe: Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão, do qual tu deste testemunho, ei-lo batizando, e todos vão ter com ele.
João respondeu, e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu.
Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele.
Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido.
É necessário que ele cresça e que eu diminua.
Aquele que vem de cima é sobre todos; aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.
E aquilo que ele viu e ouviu isso testifica; e ninguém aceita o seu testemunho.
Aquele que aceitou o seu testemunho, esse confirmou que Deus é verdadeiro.
Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.
O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos.
Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.


João Batista, o último dos profetas e conforme o próprio Cristo disse, não houve outro homem nascido de mulher, que fosse maior do que João. Com certeza era um grande pregador e atraia as multidões.
João com certeza não perdeu o foco que era o seu Messias. Não deixou que o poder lhe subisse a cabeça, pelo contrário, se diminuía, para que o Cristo de Deus pudesse aparecer mais e mais.   Entretanto, com os discípulos isso não aconteceu , como vemos,  os seus discípulos já haviam perdido a visão que João passava para eles.  O foco deles não estava em Jesus, mas em João. 
Vemos , então, os discípulos preocupados, incomodados porque estavam percebendo que havia já uma boa quantidade de pessoas seguindo a Jesus. Esse acontecimento causa uma inveja nos discípulos, pois percebiam que o seu mestre estava sendo relegado a segundo plano, ou seja estava sendo rebaixado e eles não aceitavam aquilo que estava acontecendo.
Uma observação importante a fazer é como que um líder da estatura de João Batista, o último profeta da bíblia no sentido da palavra, teve a coragem de deixar-se diminuir? A resposta é que João tinha foco , tinha consciência de sua missão e intimidade com Deus para entender as coisas espirituais.Sem sombras de dúvidas foi um homem de humildade incomum e profunda comunhão com Deus.
Mesmo sendo um grande pregador teve a capacidade de ver que o momento de sair de sena havia chegado. Isso acontece com líderes que têm a visão do Reino e o Foco não é fama, e sim JESUS.
A missão de João era guiar as pessoas ao Messias e agora a sua grande esperança estava sendo realizada, pois o seu tão pregado e esperado Messias estava diante dos seus olhos. Seu trabalho havia chegado ao fim.
Hoje é triste ver a situação de muitas lideranças no na Igreja , vamos dizer, brasileira. O que os discípulos de João fizeram , nós também temos a mania pecadora de fazer, ou seja gostamos de comparar o nosso pastor com outros pastores; a nossa Igreja com outras igrejas, pois só o nosso Pastor e bom é só nossa Igreja que vai morar no céu. Isso além de ser característica de seita, é pecado.
A verdade é que quando agimos assim, perdemos completamente o foco, a visão e a nossa missão. 
O foco, a visão, a missão de toda a Igreja é Cristo. Quem somos nós para ficarmos julgando e comparando pessoas, pastores, denominações. Isso é a mesma coisa que perguntar, o que é mais importante orar ou ler a bíblia? O que é mais importante o ovo ou a galinha? Plantar a semente ou regá-la?
Vamos meditar neste texto agora: Está Cristo dividido? foi Paulo crucificado por vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?
O nosso foco tem que ser o Senhor Jesus, o que passar disso e repetir o mesmo erro dos discípulos de João.
Um líder sábio irá manter sempre o foco de sua igreja em Jesus Cristo, no reino e não na visão denominacional. A noiva é uma só e foi Jesus que morreu na cruz para nos salvar.
Quando estivermos cometendo o mesmo erro devemos avaliar nossa situação e voltarmos ao primeiro amor e colocar nossa mente focada em Cristo. Um líder como João cria liderança, não é manipulador e reconhece quando Deus levanta alguém para o substituir ou ajudá-lo.
Amados é tempo de paramos com brigas bobas e criancices . Vamos parar de ficar comparando, criticando. Isso é uma vergonha, um perigo. Isso é pecado. Pois você está se levantando não contra o homem, mas contra Deus. Apendemos que o homem de si mesmo nada tem se do céu não lhe for dado. Ora, se Deus levanta um homem este com certeza irá prestar contas com Deus e não conosco , que muitas das vezes queremos dar uma de juiz .
É grande o número de pessoas desviadas da Igreja, e hoje não estão em nenhuma delas, porque colocaram o foco no homem e não em Deus. Olhemos para Cristo e não para o homem que é fraco, pó e cinza.


Até a próxima e que Deus o abençoe muito.