quarta-feira, 29 de abril de 2015

DEUS É A NOSSA MAIS COMPLETA PROVISÃO.

Texto: O Senhor é nosso pastor; nada me faltará (Sl 23.1)

          FONTE DA IMAGEM: GOOGLE.
Todos nós leitores da Bíblia, na maioria afirmamos que o salmo 23, com certeza é o texto mais conhecido da Bíblia, como também o de número 91 (proteção).
          Os feridos, cansados, oprimidos, deprimidos, tristes, magoados, abandonados, abatidos,  excluídos, renegados, rejeitados até mesmo dentro dos úteros de suas mães, injustiçados, amargurados, desesperados, sem esperança, encontram refúgio, sossego e paz de espírito diante desta mensagem balsâmica que é o salmos 23.
          Aproveite meu amigo, minha amiga, neste momento que você está aqui lendo estas linhas e experimente orar este salmo e irá encontrar, cura para os seus ferimentos, descanso para a sua alma , espírito e corpo, experimente e saia de depressão, do desespero, e ganhe uma nova vida cheia de alegria, paz , esperança e amor. Se você está sem sossego, virando na cama de um lado para outro, experimente o refrigério que a oração deste salmos irá lhe proporcionar. Você irá experimentar que esta amargura, este aperto do coração vai desaparecer, pois a raiz de amargura será extirpada, arrancada pelo pode da palavra.
          Em nosso site PÃO DO CÉU, sempre ensinamos que Jesus é o Pão que nos fornece todos as energias necessárias para vivermos, uma vida integral, ou seja, no espírito, alma e corpo.
          Ao lermos este texto com a nossa mente aberta vamos entender que Adonai é a nossa mais completa provisão em tudo. É por isso que o chamamos de Jeová Jireh.
          Hoje observamos muitas pessoas superlotando os templos, não por aquilo que é mais importante, ou seja , a presença do Pai, mas por aquilo que Ele pode nos proporcionar. Por aquilo que prece. Mas meu amigo, minha amiga, meu irmão e minha irmã, preste atenção no que tenho a lhe dizer. Os sinais de Sua vinda estão se cumprindo e muitos buscam as coisas que perecem e esquecem que as nossas maiores necessidades, não são na verdade , as bênçãos de Deus, mas do próprio Deus, dono das bênçãos. Aquele que dá, aquele que doa é muito mais importante do que a doação. Verdade é que só Deus nos satisfaz.
         Na Bíblia encontramos vários nomes de Deus e sabemos que um deles nos revela uma característica do Seu ser e abre a nossa mente, para uma dimensão maior e somente assim podemos entender que não vamos encontrar em nosso vocabulário, nem em nenhum outro idioma, palavra nenhuma que possamos defini-Lo.Sabe porque? Claro que sabe... Se alguém conseguir definir Deus, pesá-lO, medi-lO , então Ele não é o nosso Deus. Vamos, de acordo com o Salmos , considerar aqui alguns nomes de Deus, somente para nossa meditação e conhecimento, para que possamos entender melhor os salmos quando estivermos orando-o ou simplesmente lendo:
1. JEOVÁ ROÍ - Quando lemos ou pronunciamos esta estas palavras, estamos simplesmente dizendo: " O Senhor é o meu Pastor". Veja bem, não é uma grande beleza, algo mesmo sobrenatural, nós simples mortais e pecadores, podermos dizer que Adonai o Eterno é o nosso Pastor e nós somos as suas ovelhas. Isso é fenomenal. Não tem explicação. Quando lemos a Bíblia logo entendemos que o Davi foi a primeira pessoa, que pela primeira vez  deu esse título a Deus. Ele sabia o que estava fazendo, pois como pastor de ovelhas, protetor e provedor, sabia muito bem da grandiosidade , do significado dessas palavras JEOVÁ ROÍ.
          Quem melhor do que Davi para saber e entender a importância de proteger e guardar o seu rebanho das animais perigosos, como o exemplo do leão e do urso, guiá-las pelos tenebrosos pedregais, nas montanhas e nos penhascos íngremes de Belém, até levá-las as fontes de águas tranquilas, gramas verdejantes e apriscos seguros? Ser pastor é saber guiar, disciplinar, alimentar e restaurar em amor as ovelhas.
          Lemos no salmos 23 que Deus é aquele que nos conduz pelas veredas da justiça por amor de Seu nome e nos faz descansar nos pastos verdejantes. Quando estamos passando pelos vales da sombra da morte Ele sempre está conosco. Quando o inimigo tenta nos algemar e nos levar de volta, Ele, como era o costume da época, prepara uma mesa farta e o inimigo só pode olhar do lado de fora, mas não pode nos atacar, pois já rompemos os muros que fazem a divisa  entre o território do inimigo e algora estamos no reino do bem. Quando todos aqueles problemas no início enumerados tentam nos atacar, Ele, Adonai, bondosamente , abre os braços e nos acolhe, nos dando paz e segurança em seu curral celestial, onde não há falta de nada. A Bíblia nos ensina que somos tão importantes para Ele que, se em uma determinada tarde, ele nos contar, e ver que está faltando uma somente, Ele deixa em segurança o restante das ovelhas e pode até passar dias e noites nos lugares mais perigosos da terra, procurando a ovelhinha perdida e quando a encontra, põe-na em seu colo, e por entre pedras, montanhas e espinhos e nos traz de volta ao aprisco. Isso é ser Pastor. Isso é amor.
Até a próxima.