domingo, 18 de agosto de 2013

O PODER DO EVANGELHO E O OUTRO EVANGELHO.

O PODER DO EVANGELHO E O OUTRO EVANGELHO.




Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.
Romanos 1:16
Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;
O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.
Gálatas 1:6-7


        
        Quando leio a Carta de Paulo aos Romanos, fico encantado. Tenho, como muitos, debruçado principalmente no capitulo 9 e não consigo entender a profundidade e a grandiosidade do conhecimento de Paulo.
             Mas hoje, quero falar sobre o poder do Verdadeiro evangelho, do evangelho de Cristo, o Pão do Céu, que nos fornece energia para viver, o próprio Cristo vivo. Esse é o evangelho que tem poder para mudar, transformar.
             Conforme o texto que lemos muitos se envergonha do verdadeiro evangelho, mas na atual situação que vivemos hoje, podemos dizer, que existem também muitos que, devido suas práticas, são uma vergonha para o evangelho.
          Hoje, fervilha nas igrejas, nos programas de Tvs e  em todos outros lugares, o outro evangelho.  
          Vamos analisar  o que o nosso grande doutrinador, Paulo disse, quando escreveu aos Gálatas, capítulo 1.8:Mas, ainda que   nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.
Sim, é este outro evangelho amaldiçoado que tem sido pregado e influenciado milhares de pessoas.

O EVANGELHO DA PROSPERIDADE.

          O evangelho da prosperidade é um evangelho completamente diferente do evangelho de Paulo, ou seja, do  evangelho da cruz. Podemos constatar pela observação que esse evangelho que floresce não é um evangelho de  sacrifício,sofrimento, desapego; é , sim, sem sombra de dúvida,o evangelho do conforto, das mansões, dos  carrões, da saúde  perfeita,dos jatinhos particulares, dos super crentes.
          Eles até dizem que o cristão que não tem saúde ou riqueza nem é salvo. Esse outro evangelho confunde o  Reino dos  Céus, a salvação eterna, com a boa vida na terra.
          Esse evangelho tem início na Renascimento, quando sai o  teocentrismo  e entra o antropocentrismo. Neste  ponto da História Deus sai do centro e o homem ocupa o seu lugar. No evangelho da prosperidade, o trono do coração do homem não é ocupado por Deus e sim pelo próprio homem. É a filosofia humanista ateísta.Não é de admirar quando vemos cada coisa tão hedionda acontecendo que até parece que tais líderes não tem no mínimo temor e tremor adiante de Deus. Parece que são ateus mesmos. São idólatras de si mesmos, egocentristas, não adoram uma imagem de escultura, mas adoram a si mesmos e as coisas materiais que são efêmeras.
          Nesse tipo de evangelho Jesus não passa do um office  boy a serviço do homem; quando na verdade o  evangelho poderoso de Cristo, nos ensina que existimos para servir e não para ser servido. Há até um ditado popular que diz que quem não serve para servir não serve para viver. Cristo veio para servir. E deu exemplo.
         Os representantes desse evangelho a que se referiu Paulo aos Gálatas, capítulo um versos seis e sete, são tão hipócritas que quando adoecem, vão fazer tratamento em outro pais as escondidas, para que ninguém saiba, pois isso demonstra falta de fé, fraqueza e até mesmo falta de salvação. Muitos são os pastores que estão morrendo e orando por outras pessoas enquanto eles mesmos não assumem a sua fraqueza.Cansados, abatidos, deprimidos, tristes por não agüentarem mais o peso que carregam sobre sí, pois pensam que são os agentes dos milagres que acontecem.
          Recordo-me de Moisés; a Bíblia diz que quando ele desceu do monte o seu rosto brilhava, então ele  colocou um véu   para que as pessoas pudessem olhar para ele. Só que um dia a brilho se foi e ele continuou usando o véu para que os judeus não percebessem a falta do brilho e pensassem que o seu poder havia se esvaído. Amados o poder é de Deus e não do homem, mas este insiste em continuar ocupando o centro, o trono.
          É uma tristeza muito grande ver que esse evangelho coloca o homem no centro em vez de Jesus Cristo. Mas  como escrevi anteriormente isso é antigo. Isso é filosofia humanista.
É muito diferente da oração, o Pai nosso,que o Senhor nos ensinou. Aqui não é vontade de Deus que tem que ser feita e sim , a vontade do homem.
          Não sou contra falar sobre prosperidade bíblica, pois ela existe. Só que é uma prosperidade total, no corpo na alma e no espírito. Ser próspero biblicamente é não ter falta de nada. Conheço pessoas que ganham  um ou dois  dois  salários mínimos e são muito mais prósperos do que algumas pessoas que ganham cinco vezes mais.
        É amaldiçoado como diz Paulo, o nosso doutrinador, esse evangelho que em vez de pregar a salvação, prega a riqueza, em vez de ensinar o sacrifício da cruz, troca a cruz pela facilidade. Esse evangelho troca as ruas de  ouro e muros de cristal lá do céu, pelas avenidas passageiras da vida e mansões  terreais.
É um evangelho atraente, bonito, chamativo,  que atrai  milhares de milhares, mas não é capaz de fazer o  verdadeiro papel do evangelho que é reconciliar o homem com Deus. E um evangelho que se preocupa com a alegria, o  prazer e a saúde, mas  esquece do principal  que é pregar a salvação eterna.Pregar essa evangelho falso e a mesma  coisa que construir castelos na areia e levar  muitos outros a fazerem  o mesmo.
Esse evangelho faz lembrar os epicuristas. Vamos aproveitar a vida, vamos comer e beber, pois não sabemos se o amanhã irá chegar. Muitos têm sido enganados, ludibriados, tem construído verdadeiros impérios na terra, mas tem esquecido da Salvação eterna.
Irmãos,  quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das 
coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.
Por isso todos quantos já somos perfeitos, sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa de outra maneira, também Deus vo-lo revelará.
Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo.
Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam.
Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo,
Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.
Filipenses 3:13-19
          Os pregadores desse outro evangelho são inimigos da cruz, o Deus deles é o ventre, só pensam em coisas  da terra, constroem  grandes patrimônios, mas que na verdade não passam de uma grande obra construída  sobre a areia; um dia ,temporal virá, o vento soprará e tudo acabará. Muitas pessoas  avarentas , gananciosas e mal intencionados são atraídas por esse tipo de evangelho. Falam com Deus como se estivessem falando a homens, pois  afinal, agora, eles estão no comando e Deus a seu serviço.
          Muitos existem que até no momento das ofertas , dízimos e contribuições os fazem pensando em receber e não por amor a obra.Deus não aceita dízimos e ofertas forçados, não  por necessidade, mas por  amor, por compromisso, fidelidade e liberalidade.
          Diferentemente do evangelho de Cristo, é um evangelho baseado em milagres e prodígios, com a finalidade  de curar o corpo, amenizar o sofrimento entorpecer o espírito e nunca resolver os verdadeiros problemas que são os da alma. Ah, quantas almas estão doentes, precisando de cura interior, de tratamento  físico , psicológico, mental e espiritual, mas não podem, pois isso significa fraqueza.
          Eu creio em milagres, pois a Bíblia diz que Jesus é o mesmo. Os milagres que Jesus fazia tinha  objetivos: mostrar ao mundo que ele era o filho de Deus. Creio em milagres porque conheço a soberania de Deus e sei muito bem que Ele nunca deixou nem  vai deixar de ser Deus. Só que o evangelho anátema, coloca os sinais e  prodígios e maravilhas no centro, não com a finalidade de ganhar as almas para Deus, mas para apascentá-las para si. Para seu próprio proveito. O evangelho de Cristo, o evangelho da cruz , nunca pode ser constituído de milagres somente.          
          Onde  estão os pregadores do evangelho da cruz, o evangelho do caminho estreito, espinhoso? Sim, esse  evangelho está desaparecendo porque não atrai multidões. A Bíblia já afirmou sobre os homens que iriam gostar de ouvir um tipo de evangelho anestesiante, hedonista, do presente, que só fala de coisas doces e que nunca jamais  toca na ferida que sangra. Diz Deus que tais homens teriam comichões nos ouvidos para ouvir o que lhes interessaria e nunca a deixar que a espada aguda, afiada, de dois gumes tocasse na ferida, na lepra que é o pecado que os separa de Deus.É por isso que o mundo home está em trevas e fedendo, porque a igreja não tem sido sal, nem tampouco luz.
          Se milagres resolvessem os problemas espirituais, os problemas do  reconciliamento do homem com Deus, as gerações do passado não teriam tido nenhum tipo de problemas espirituais, pois elas , muito mais do que nós foram  testemunhas oculares de muitos milagres.Refiro-me as gerações que viveram nos dias Moisés, Elias e os apóstolos
          Somente a Palavra de Deus, o próprio Cristo vivo, o verbo encarnado, que nos fornece energia para viver é capaz de  converter os homens e fazê-los nascer de novo, reconciliando, assim com Deus.
          Vemos em Atos 1.8, no dia de Pentecostes como  o ´povo era zombeteiro, cético, cheio de ignorância, mas tudo veio abaixo quando Pedro começou a pregar na unção divina. O Espírito Santo entrou em ação e aquelas  palavras, a boa notícia, foi como uma espada no mais profundo do ser, derrubando todas as barreias, fazendo com  que aquelas quase três mil almas se converterem a Cristo. Jesus não veio ao mundo sofrer naquela horrível cruz, só para ser um paliativo; ele veio para salvar o homem do poder do pecado, quebrar as algemas do diabo, transportá-lo do império das trevas para o Reino de Deus. Enfim Cristo veio para nos livrar da ira futura e não simplesmente  para amenizar os problemas do corpo, da matéria, mas sim, livrar o homem da ira futura.Se Jesus quisesse curaria todos os enfermos de uma vez, resolveria o problema da fome na África e em outros continentes. Curaria todos os aidéticos, todas as criancinhas cancerosas. Ele pode até fazer isso, mas isso não pode ser o tema do evangelho.
          O evangelho da verdade é um evangelho que nos faz compromissado com Cristo. Infelizmente muitas pessoas  hoje estão na igreja, sim, seus nomes estão no rol de membros, mas eles nunca nasceram de novo. De que adianta ter o seu nome ligado no rol de membro de uma igreja aqui na terra, mas não tê-lo escrito no livro da vida, nos céus?  Da  tristeza  ver o número de cristãos cada vez aumentando mais, porém em contrapartida, o pecado  e os frutos da  carne cada vez se multiplicando. Existe um abismo intransponível entre aquilo que pregam e o que fazem.  São antropocentristas, tiraram Deus do centro, do trono.  Vão   em todos os cultos, chamam Jesus de Senhor  e Salvador, mas não fazem o que Ele manda. Muitos até brincam dizendo que quando Jesus voltar eles subirão  segurando na saia da mãe que é que é crente de verdade.
           Eles não sabem que na transformação a saia da mãe irá cair e eles  irão ficar rsrsrs. Filhos de crentes não são crentinhos, como filhos de peixes são peixinhos.  Muitos até são batizados por imersão, mas não são batizados no Espírito Santo.
            A Bíblia diz que existe uma diferença muito grande entre os filhos de Deus e os filhos do diabo,  vamos ler o que a Bíblia diz: Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não  pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus. 1 João 3:10
E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo; Hebreus 2:14
E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos. 2ª Timóteo 2:26
Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. 1 João 3:8
          Muitos estão na igreja, mas não são filhos de Deus, na verdade são filhos do diabo, pois continuam praticando pecados, todo os tipos de injustiças e falta de amor. Vemos muitas pessoas que vivem na igreja, mas  praticam e apóiam as  iniquidades . O que vem a ser iniquidade? Iniquidade, é quando o pecado é legalizado, normatizado, por  exemplo, vamos só imaginar a legalização do aborto e muitas outras práticas que hoje estão sendo normatizadas. A Lei pode apoiar, mas o pecado nunca deixa de ser pecado.

            Olhem bem como Cristo irá tratar os praticantes desse outro evangelho:

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará  no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
Mateus 7:21-23
           A Bíblia, o evangelho é a nossa única bússola que nos mostra o Norte: o céu. Um dia o Imperador Napoleão Bonaparte disse: Ou a Bíblia lhe separa do pecado ou pecado lhe separa da Bíblia; foi mais o menos assim que ele disse, mas que é uma grande verdade.
          Hoje temos visto muito reteté, blá, blá, blá, oba, oba, muito ajuntamento, mais pouca conversão. O Crente sai  do  Egito, mas o  Egito não sai do coração do crente. Isso só vai acontecer quando ele deixar de ser religioso e nascer de novo e ser completamente dependente de Jesus. É preciso sair do trono e deixar Jesus assentar-se e governar.  Quantas  horas temos orado por dia? Temos lido a Bíblia todos os  dias, temos Jejuado? Quantas são as pessoas que não tiram os olhos do relógio enquanto o pregador está pregando. Se  deleitam  na hora do louvor, mas fogem da Palavra, pois esta, quando fala do verdadeiro evangelho, tem o poder de revelar os seus mais profundos sentimentos mesquinhos e pecaminosos; e isso lhes faz mal.  É por isso que  nesse outro evangelho, os pregadores só falam de coisas boas, maravilhosas , gostosas, são tão  peritos em matéria de auto ajuda que chegam dar água na boca em profissionais como o Dr. Lair Ribeiro e outros do ramo.
          Eles não amam o reino de Deus e sim as coisas do mundo. Eis o que a Palavra da cruz diz: Não ameis o   mundo, nem o  que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 1 João 2:15
          Existem crentes que são chamados de crentes  Raimundo; um pé na igreja e outro no mundo rssrsr. Bebem, fumam se prostituem e ainda cantam assim: "Meus coração é de Jesus, meu pulmão da Souza Cruz...Falta compromisso.Evangelho sem compromisso é tudo, menos evangelho.
          Quantas ´ pessoas  estão enfastiadas, não querendo comer o Pão do céu, nem beberem da Água Viva. Isso  acontece porque seus estômagos espirituais estão cheios das guloseimas do mundo, quais sejam:  novelas,pornografias, prostituição, ou seja, os frutos da carne. Eles não sabem que assim como nosso corpo físico precisa de vitaminas, proteínas, sais minerais, nosso corpo espiritual, nosso homem interior, da mesmo forma  necessita dos mesmos elementos, ou seja, Bíblia, oração, jejum, intimidade com Deus, para poder viver em meio aos grandes desafios que enfrentamos.     Os crentes que têm um pé na igreja e outro no mundo, querem sempre servir a Deus e as  riquezas.Olha o que o verdadeiro evangelho fala sobre isso:
Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. Lucas 16:13
Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. Mateus 6:24
          A verdade é que estas pessoas que bebem a água do mundo e comem as coisas do mundo, jamais se fartam com o Pão do Céu, e nem tão pouco poderão beber da água vida. Moral da história: têm sede e fome eternas.
E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede. João 6:35
Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. João 4:14
          A seguir veremos as marcas, as características do verdadeiro evangelho.
          Em Romanos 1.16, vemos que o Evangelho tem poder:
          O evangelho é o próprio Cristo vivo. Ninguém poderá detê-lo. Ele é o próprio Deus, onipresente,onipotente e onisciente. O Evangelho que prego aqui no Brasil, é o mesmo que será pregado em qualquer parte do mundo.Ele sabe todas as coisas e pode todas as coisas. É por isso que os pregadores  do outro evangelho tem medo, pois as suas obras são reveladas, quando uma pessoa, um servo, prega o verdadeiro evangelho na unção do Santo Espírito.
          Por isso Paulo, o nosso doutrinador diz não se envergonhar desse evangelho, pois ele é o poder de Deus. Ninguém terá vergonha daquilo que é bom, poderoso e o que é melhor, tem a capacidade de transformar vidas.
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Somaria, e até aos confins da terra. Atos 1:8
          Essa virtude, esse poder que nós recebemos, no grego é dynamis, que significa dinamite. O Evangelho da  Cruz, o verdadeiro evangelho é o dinamite de Deus que tem a capacidade de dinamitar qualquer pedra, barreira,  explodir qualquer tipo de correntes ou algemas que tem aprisionado as pessoas. Esse dinamite quebra todas as  barreiras quer sejam políticas, culturais, sociais e etc. , conforme muito bem explica o texto Bíblico  sobre a mulher samaritana, quando Jesus lhe pediu água; fato que demonstra que Ele é demolidor de qualquer tipo de barreiras. É o poder que quebra os muros que separam os povos. Esse  evangelho é o poder de Deus em ação, para a salvação de todo aquele que crer. O Evangelho é o poder de Deus para a  salvação. Não há esperança para uma humanidade perdida como a nossa, sem o evangelho. Paulo morreu pregando esse evangelho de poder, pois sabia que era poderoso para salvar a alma  humana. Como disse o evangelho é o próprio  Cristo. Ele é eterno! Salva no passado, no presente e no futuro. Ele santifica, justifica e purifica e até nos glorifica e isso antes mesmo de Deus haver lançado os fundamentos da terra, quando nem mesmo  uma  fagulha que fosse de luz cósmica existisse, Ele já havia nos salvado. Oh! Aleluia, fomos alcançados pela irresistível graça do Pai.
          Para concluir, gostaria de dizer que vale a pena viver esse evangelho compromissado com Cristo, pois ele  é o poder de Deus para a salvação porque nele se revela a justiça de Deus(Romanos 1.17). E outra: Não existe vida cristã sem a cruz. O dia está chegando  quando todos nós compareceremos diante do trono de Deus para sermos julgados segundo as nossas obras. Vamos  aproveitar a graça de Deus que é um favor imerecido. Nós merecemos mesmo é o inferno, mas Deus pela sua infinita graça e  misericórdia , morreu em nosso lugar, lá na cruz do calvário, para nos dar a vida eterna. Ai daqueles  que   brincam com o evangelho, pregando um outro evangelho.  Aqui no mundo podemos enganar, corromper, subornar, juízes, testemunhas, advogados, mas lá no céu, adiante do justo Juiz, Juiz de vivos e mortos, quem o enganará? A Bíblia nos afirma que a alma que pecar , essa morrerá e diz mais: Deus não terá por inocente o  culpado. Êxodo 34.7.
Mas Graças a Deus que escrito está: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16
         

           
          Se você meu amado, tem vivido enganado, enganando ou sendo levado por vários ventos de doutrinas  que   nada tem a ver com o evangelho de Paulo, ou seja, o evangelho genuíno de Jesus Cristo, é tempo ainda de você se arrepender. Se você está com os pés inchados de andar por tantos caminhos, se suas mãos estão doloridas de baterem em tantas portas e nada acontece,  se está perdido, escondido na gruta do medo e da dor, lembre-se de que Jesus lhe ama e o seu evangelho e poderoso  para quebrar todas as suas prisões e resolver todos os seus problemas,todos os seus dilemas, principalmente os espirituais. Você vai aprender que as  adversidades não terminarão, mas você nunca jamais estará sozinho, ao entrar em contato com o verdadeiro evangelho, o próprio Cristo de Deus. Peça perdão agora mesmo e tenha uma vida verdadeiramente abundante aqui, agora, e principalmente, depois, no Céu, com Jesus Cristo. Amém.
Graça e Paz a todos.


Pastor Leontino Sampaio